NOVO PROBIÓTICO Que equilibra o HUMOR ! A IMPORTANCIA DO EIXO INTESTINO-CEREBRO

Olá  meus queridos,
 Não há órgão mais fascinante que o intestino. A começar pelo seu tamanho descomunal: se abríssemos e esticássemos, ele ocuparia uma área de 250 metros quadrados, o equivalente a uma quadra de tênis. . E olha que isso nem é o aspecto mais interessante da coisa: o intestino tem neurônios e aloja trilhões de bactérias, boa parte delas envolvida em processos cruciais ao organismo. E você pensando que ele era um longo tubo por onde a comida passa, nutrientes são absorvidos e o que não é aproveitado vira cocô.Espera: neurônios lá no abdômen? Sim, falamos das mesmíssimas células que constituem o cérebro. O intestino tem cerca de 500 milhões delas. É menos que a massa cinzenta, que tem bilhões, mas o suficiente para formar um sistema nervoso próprio, responsável por coordenar tarefas como a liberação de substâncias digestivas e os movimentos que estimulam o bolo fecal a ir embora.Esses circuitos operam sozinhos, ou seja, independem do comando cerebral. Dá pra entender por que apelidaram o intestino de segundo cérebro? Os neurônios intestinais chamam a atenção também pela sua farta produção de serotonina, molécula que nos leva ao estado de bem-estar ,90% da serotonina descarregada pelo corpo é fabricada no intestino.

O fato é que a serotonina é só um dos mais de 30 mensageiros químicos do intestino .

A importancia da microbiota intestinal no humor e na saúde mental

Há um terceiro elemento que interfere nessa conexão: a cada vez mais estudada flora intestinal. Microbiota, para sermos corretos. que vivo falando no meu canal e aqui no blog ( clique no link para saber mais). O intestino carrega cerca de 100 trilhões de bactérias, quantidade dez vezes superior ao número de células do corpo. Esse contingente representa de 2 a 3 quilos do peso total de um indivíduo.

A microbiota tem papel decisivo na manutenção da saúde. Ela auxilia a digerir alimentos e a nos proteger de infecções, nossa relação com essas bactérias é pacífica e proveitosa para os dois lados: elas conseguem obter nutrientes necessários para sobreviver e em troca, regulam nosso organismo.( clique aqui para saber mais )

De uns cinco anos pra cá, o interesse por essa metrópole microscópica só aumenta. Nos Estados Unidos, especialistas de 80 centros de pesquisa lançaram o Projeto Microbioma Humano, que mapeou todos os bichinhos que chamam nosso organismo de lar. A partir dessa iniciativa, hoje se começa a entender como a flora interfere na predisposição a várias doenças e é capaz de influenciar até o comportamento e as emoções das pessoas.

As bactérias intestinais produzem diversas moléculas que se intrometem na comunicação entre o sistema nervoso do abdômen e o lá de cima. De todos os micro-organismos que habitam o aparelho digestivo e passeiam por ele, a maior parcela é amiga. Mas quando há um desequilibrio, há o risco de uma Disbiose ( clique aqui para saber mais ) e pode refletir no seu cerebro e no seu humor.

Os cientistas ainda estão apurando todos os detalhes envolvidos, mas já conhecem alguns fatores que desequilibram a microbiota. Uma alimentação muito rica em alimentos industrializados, por exemplo, está associada ao desenvolvimento de bactérias ruins e à morte de espécimes bons. As manifestações disso são mais gases e distensão abdominal. A desordem ainda é deflagrada por estresse fora de controle e uso de antibióticos, que, para matar os vilões, acabam exterminando as bacterias do bem.

Só que o desarranjo local repercute na cabeça. Estímulos de confusão na barriga viajam até o cérebro e contribuem para o humor e a concentração irem por água abaixo. Sim, ficamos enfezados.

Dois terços das 3 029 entrevistadas declararam ter inchaço no ventre, flatulências e prisão de ventre. Quando questionadas de que maneira os incômodos influenciavam na qualidade de vida, 89% diziam ter variações de humor e 88% reclamavam de menos concentração nas tarefas cotidianas. “Esses números nos mostram, na prática, como os sintomas abdominais chegam a modificar comportamentos”

Relação cérebro e intestino

Os médicos já sabem que condições como a disbiose ( clique aqui para saber mais )  síndrome do intestino irritável ( clique aqui para saber mais ), marcada por diarreia ou dificuldade de ir ao banheiro sem razão aparente, propiciam nervosismo e depressão assim como a ansiedade e o baixo-astral desequilibram a flora e patrocinam as crises. Acontece que as interações perigosas não param por aí: a microbiota parece fazer diferença na probabilidade de desenvolvermos problemas neurológicos.

Mas é possível prevenir, ou até reverter, desequilíbrios na microbiota intestinal? A resposta é sim. A flora pode ser modulada para que as bactérias do bem vivam em paz ou voltem a reinar. E isso é obtido, em parte, via alimentação, ou por probioticos fabricados , manipulados ou fermentados ( clique aqui para saber mais ) ou kefir ( clique aqui)

Probióticos : as pílulas de bactérias do bem

probiotico_para _regular _o _ humor _flora_intestinalO campo de estudos de intervenções na flora intestinal avançou nos últimos anos e já se veem boas tentativas de atenuar doenças mexendo com o nosso padrão de micróbios. Recorrer a bactérias das classes dos lactobacilos e bifidobactérias já é uma receita para abrandar a síndrome do intestino irritável, por exemplo. “Talvez, no futuro, tenhamos cepas de micro-organismos específicas para prescrever a cada problema de saúde”, especula Barbuti.

Na Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, 36 mulheres foram divididas em dois grupos: o primeiro consumiu lácteos com probióticos durante um mês. O segundo tomou uma bebida sem aditivos. Após esse período, todas as voluntárias passaram por um teste em que olhavam para fotografias de indivíduos com feições de raiva ou medo. Enquanto elas participavam da tarefa, seu cérebro era analisado por um aparelho de ressonância magnética. O resultado: nas mulheres que ingeriram os probióticos, as áreas da massa cinzenta responsáveis por processar as emoções ficavam muito menos ativas, sinal de que estavam mais calmas e relaxadas. Na vida real, isso implica estar preparado para lidar melhor com os reveses do cotidiano, daria pra dizer que foi observado um autêntico efeito antidepressivo.

Como se vê, a investigação do eixo intestino-microbiota-cérebro é fresquinha, mas um tanto promissora.

Probiótico que regula o humor :

probiotico_para_regular_humorCheguei hoje de Miami e descobri esse probiótico desta marca que cofio muito e promete regular o humor.

O que faz com o humor , o probiótico Jarro-Dophilus?

Jarro-Dophilus ® Mood ( Mood para quem não sabe quer dizer Humor ) contém documentado cepas  probióticas, clinicamente testadas e GABA naturais ® numa fórmula única que suporta o eixo intestino – cerebro, promove o equilíbrio do humor, e reduz o desconforto digestivo associadas com o stress ocasionais.

O GABA é um neurotransmissor que ajuda a equilibrar o humor, melhora a adaptabilidade ao estresse e apoia o relaxamento e acalma. O GABA ocorre naturalmente em vários alimentos, mas pode ser complementado artificialmente .

probiotico_para_regular_humorO Eixo Intestinal  é uma “via” de comunicação bidirecional entre o cérebro e o trato digestivo que pode influenciar o humor.

Revestido com EnteroGuard ® , um de qualidade alimentar proprietária, de revestimento entérico sensível ao pH que resiste ácido do estômago.

Uso sugerido do probiotico:

Tome 1 cápsula até 2 vezes por dia durante ou logo após uma refeição ou conforme indicado pelo seu profissional de saúde qualificado.

NOTA: Se você tiver uma condição médica, estiver grávida, amamentando, tentando engravidar, com idade inferior a 18 anos ou tomando medicamentos, consulte seu médico antes de usar este produto.

Não requer refrigeração, mas é melhor para armazenar em local fresco e seco. Evite armazenar a temperaturas acima de 25 ° C.

Contém: leite e soja (atenção se voce tiver uma alta intolerancia , apesar das quantidades serem mínimas deve ser evitado.

Sem trigo, glúten, ovo, peixe / marisco ou amendoim / nozes.

Strains Matter ™: Os probióticos das fórmulas de Jarrow contêm cepas documentadas clinicamente, ou seja , chegam vivas ao seu intestino

Gostaram? Incrível , né ? deem uma olhada neste video que voces vão gostar !

Beijos no coração e deixem suas duvidas aqui !!

SAIBA TUDO SOBRE DISBIOSE

ASSISTA MINHA ÚLTIMA LIVE, FALO SOBRE CAUSAS, SINTOMAS, TRATAMENTO DA DISBIOSE INTESTINAL E A IMPORTÂNCIA DOS PROBIÓTICOS NA CURA.

Por favor, informe o seu e-mail para poder assistir a gravação live sobre disbiose, muito obrigada! Bjs, Carina Palatnik

Carina Palatnik

Fascinada pela área de saúde desde a infância, com vocação para medicina, levada pela vida para a carreira de modelo e atriz ...

Comments

  1. Áurea de Araújo Vianna 7 de abril de 2019 at 14:26
    Responder

    Oi Boa tarde você já ouviu falar do protocolo msm? Que cura todas as doenças. Gostaria que vc fizesse um vídeo sobre o assunto

  2. Juelita 19 de abril de 2019 at 21:05
    Responder

    Onde posso comprar o Jarro Dophilus Mood no Brasil ?

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *