Bolo fit da Carina : sem gluten , sem lactose e com frutas vermelhas

Pessoal,

Fiz aniversário em maio e estava há 1 ano sem por açúcar na boca !!! Não queria passar meu aniversário sem comer um pedaço de bolo , porque não furo nunca minha dieta FODMAP, mas como já estou bem melhor me dei o direito de provar um bolo ….mas não um bolo qualquer !!!

Um bolo especial, que eu pudesse comer sem me preocupar, sem gluten e sem lactose… fiz uma encomenda especial , para que nesta data especial eu pudesse dar uma escapada pequena , sem meter o pé na jaca. E como não posso frutas acidas , escolhi frutas vermelhas e roxas que adoro como a cereja, framboesa, morango, amora, entre outras frutas com a tonalidade avermelhada ou até mesmo roxa, estão no grupo das frutas ricas em antioxidantes e vitaminas B. As frutinhas retardam o envelhecimento e ajudam no funcionamento das células do nosso corpo.Além disso, são ricas em fibras, o que auxilia no funcionamento do intestino e na redução do colesterol. Outro benefício das frutas vermelhas é a alta quantidade de vitamina C, fósforo, cálcio e vitaminas do complexo B, substâncias amigas da saúde ocular. Além de ter poucas calorias.

frutas-vermelhas-saude- aniversario-funcional

aniversario-carina_palatnik-bolo_fit

Olha a cara de felicidade!

O sucesso foi tanto que resolvi postar aqui a receita para vocês poderem fazer em casa , ahhhh detalhe não passei nada, nada mal!!! Fazia um ano que não colocava açúcar na minha boca ! Tá certo que foi açúcar demerara ( passa por um leve processo de refinamento não recebe nenhum aditivo químico, por isso apresenta coloração marrom-clara e grãos grandes. Possui valores nutricionais altos, mas infelizmente é um dos mais caro) mas não deixa de ser açúcar … comi só um pedaço  , mas estava muito delicia.

 

Receita do Bolo Fit de frutas vermelhas da Carina:

Ingredientes da massa de Pão de ló sem glúten e lactose:

4 claras
4 gemas
100g açúcar demerara batido no liquidificador – +- 5 colheres de sopa bem cheias
100g fécula de batata – +- 6 colheres de sopa bem cheias
20g de farinha de linhaça – 1 colher de sopa cheia – opcional
Raspas de 1 limão

Modo de fazer:

Pré-aqueça o forno a 180 graus.
Primeiro de tudo, os ovos devem estar em temperatura ambiente.
Bata as claras em neve, quando estiver ficando firme acrescente o açúcar e continue batendo.
Quando tiver formado um suspiro acrescente as gemas e bata mais um pouco.
Pare a batedeira e adicione a fécula de batata, a farinha de linhaça e as raspas do limão misturando bem delicadamente com uma espátula.
Asse forno pré-aquecido 180 graus, até obter um leve dourado.
Creme confeiteiro sem lactose

Ingredientes do recheio e cobertura/Creme confeiteiro sem lactose:

500 ml de leite zero lactose ou leite de aveia (leite de soja não é indicado)
100g de açúcar demerara
4 gemas
50g de amido de milho
Fava de baunilha
Modo de fazer:
Peneire as gemas. Acrescente o açúcar demerara e bata rapidamente até virar uma gemada clara. Reserve. Aqueça o leite com a baunilha, despeje aos poucos em cima da gemada e vá batendo rapidamente, até incorporar. Pegue um pequena parte desta mistura e adicione o amido de milho misturando bem. Incorpore no restante da mistura e leve ao fogo até engrossar.
Coloque em um recipiente e cubra com papel filme, para que não forme aquela capinha dura em cima. Deixe esfriar. Bata o creme com frutas vermelhas, após recheie o bolo com o creme e use frutas vermelhas de sua preferência.

Olha tem muito bolo lindo que quendo voce vai provar fica decepcionada , mas esse alem de lindo ficou muiot bom…….. amei , e todas as amigas tambem!!!

Baixas calorias , sem gluten , sem lactose , lindo e que mais? So fazendo para experimentar…

bolo_carina_fit_sem _gluten_sem_lactose

Conte ai se voce fez a receita e se gostou !!! ok?

Nao deixe de assinar a newsltter para receber novidades !

Acho que voce vai gostar deste post aqui …clique aqui. Explico sobre as melhores enzimas para ajudar na digestao para quem tem intolerancias alimentares.

Da uma olhada na minha dieta FODMAP ! Você vai adorar !!

beijo no coração!

 

SAIBA TUDO SOBRE DISBIOSE

ASSISTA MINHA ÚLTIMA LIVE, FALO SOBRE CAUSAS, SINTOMAS, TRATAMENTO DA DISBIOSE INTESTINAL E A IMPORTÂNCIA DOS PROBIÓTICOS NA CURA.

Por favor, informe o seu e-mail para poder assistir a gravação live sobre disbiose, muito obrigada! Bjs, Carina Palatnik

Carina Palatnik

Fascinada pela área de saúde desde a infância, com vocação para medicina, levada pela vida para a carreira de modelo e atriz ...

Comments

  1. Natasha 28 de dezembro de 2018 at 22:53
    Responder

    Venho acompanhando seu canal desde o início e vendo como melhora a cada a dia, com informações valiosas para nossa saúde. Desde que comecei a me conscientizar a ter uma alimentação e hábitos mais saudáveis, experimentei de tudo um pouco e o seu canal no YouTube foi essencial nesse caminho que percorro pois aprendi a importância que as bactérias ( probióticos) têm em nossa vida. Comecei a prestar cada vez mais atenção, pois percebendo sintomas que sempre tive mas que não relacionava ao intestino( fadiga, falta de ânimo, pequeninas erupções cutâneas, flatulências, barriga inchada, desconforto abdominal seguido de episódios de diarréia ou constipação, entre outros..)
    Enfim, mesmo depois de mudar completamente a minha alimentação e ter me tornado uma quase vegana, ainda sim estava apresentando os sintomas. O seu canal foi essencial para me alertar aos cuidados com nossa microbiota e como identificar possíveis problemas, a partir daí procurei um proctologista e uma gastroenterologista, o primeiro não me deu muita atenção e mandou procurar a segunda, que por sua vez me passou vários exames, um destes foi a ultrassonografia abdominal que detectou cálculos biliares. Me consultei com dois gastroenterologistas, a primeira foi a mesma que havia me passado os exames e outro que foi o mesmo que acompanhou minha vó em sua jornada final de vida contra um terrível câncer de pâncreas e que minha mãe havia feito várias recomendações boas sobre ele. Escutei de ambos a mesma notícia: A de que eu teria que retirar a vesícula. Como eu que já havia pesquisado um bocado sobre o assunto (inclusive seu próprio relato e história) insisti para não retirar o órgão mas apenas as pedras, só que a ideia não foi bem aceita pois segundo eles seria uma cirurgia mais complicada do que a videolaparoscopia, além de ter o risco de ainda ficarem algumas pedras pequenas e que, se uma destas conseguir passar pelo canal e cair no pâncreas ocasionaria um problema ainda maior.
    Conclusão: Estou prestes a marcar data para a cirurgia, dependendo apenas do resultado da colonoscopia que devo fazer no início de janeiro, pois ao relatar com o cirurgião sobre sintomas que tenho no intestino ele me recomendou a fazer esse exame e só vou marcar data para retirada da vesícula depois que levar o resultado ao cirurgião (eu praticamente não sinto nada na vesícula, apenas muitos sintomas intestinais e relatei tudo com os gastros, mas todos os dois relacionaram esses sintomas intestinais à vesícula). Com as informações que você passa no canal e no blog é que está me ajudando a aliviar os sintomas que sinto(estou tomando o probiótico prolive e glutamina). Ainda continuo sem saber exatamente a patologia que tenho e, sem uma ajuda médica especializada pra me acompanhar nessa jornada, já que também graças a sua ajuda tenho conhecimento sobre a dieta fodmap. Você foi a única em que tive a informação de um exame de urina pra descobrir se tenho desbiose (que pretendo fazer), espero que a colonoscopia ajude também a identificar alguma coisa pra descobrir exatamente o que tenho, 2019 parece que vai ser um início de ano turbulento!
    Por fim, só tenho a lhe agradecer e pedir que continue trazendo informações e conteúdo pra que da mesma maneira possa ajudar a outras pessoas da mesma maneira que têm me ajudado.
    Obrigada e um ótimo fim de ano pra você e sua família. Beijos no coração 👍😘

    • Carina Palatnik 12 de janeiro de 2019 at 23:48
      Responder

      Ola Natasha ,
      Feliz ano para voce …!
      Desculpe a demora em te responder , estive viajando neste começo de ano…
      Querida seu relato me emocionou, relatos como o seu que me motivam a continuar …obrigada por compartilhar sua historia e sua evolução.
      Com relação a vesícula , veja no meu caso ela estava saudável, nao tinha nenhuma pedra …foi um erro medico.
      no seu caso é diferente se voce esta com pedras na vesícula talvez tenha mesmo que tirar …avalie com atenção pois a situação é diferente.
      Muita gente fica com sindrome pos colisitectomia ,mas são sintomas similares com os quais voce ja convive e que precisam ser tratados adequadamente…voce esta no caminho certo querida .
      Torcendo para que voce tome a melhor decisão para sua saúde e depois relate aqui a sua evolução.
      Gratidão por compartilhar conosco
      Fique bem e um grande beijo no coração.

Deixar um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *